sábado, 16 de fevereiro de 2008

Novidades

Amigo leitor,

Atualmente o nosso trabalho está disponível no FutRio, no site do jornalsita Sidney Rezende. Acesse: http://www.sidneyrezende.com/futrio

Agradecemos ao seu acesso.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Copa Peregrino está confirmada

A Copa Peregrino está confirmada e começará nesta sábado (12). O Fluminense não participará da competição e o Madureira ocupará sua vaga. Participam ainda América e Botafogo representando os clubes brasileiros. Pela Noruega disputarão Viking, Stabaek e Start; respectivamente segundo, terceiro e décimo terceiro colocados do campeonato local. A tabela está disponível no FutRio.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Importante rodada de amistosos

Nesta terça-feira, nada menos que três jogos amistosos esquentam a preparação dos clubes do Rio de Janeiro para o campeonato estadual. O América é a equipe que vai entrar em campo mais cedo, contra o Benin, o alvirubro tijucano fará sua estréia no estádio Municipal João Havelange, o Engenhão. Meia hora mais tarde, do outro lado do estado, o Cardoso Moreira recebe a Desportiva Capixaba, e às 20h o Volta Redonda recebe o Huracán Buceo, no estádio da Cidadania. Que comecem os jogos!

domingo, 6 de janeiro de 2008

Desafio africano

Nesta terça-feira (08) o América enfrentará a seleção do Benin, 93ª do ranking da Fifa, no Engenhão. Enquanto o alvirubro tijucano se prepara para a estréia no campeonato carioca, dia 20, contra o Duque de Caxias, os beninenses fazem intensos treinamentos para a Copa Africana de Nações, que começará no dia seguinte, em Gana.


Os squirrels, ou os esquilos, como são conhcecidos, cairam no grupo de Angola (73°), Costa do Marfim (37ª) e Máli (46ª), contra quem estreiam dia 21 de janeiro. Na fase preliminar as equipes se enfrentaram em duas oportunidades e o empate foi o resultado de ambas as partidas: 0 a 0 e 1 a 1. Vale lembrar que os outros dois adversários marcaram presença na Copa de Alemanha, em 2006 e o esporte .

Para o desafio, a federação beninense de futebol contratou o alemão Reinhard Fabisch, que tem experiência com o futebol africano: dirigiu os selecionados nacionais de Quênia e Zimbábue na década de 90, e assumiu o novo desafio em 7 de dezembro último. Esta será a segunda Copa Africana de Nações do Benin, que na primeira oportunidade, quatro anos antes, foi eliminado sem consquistar sequer um ponto. O futebol local parece ter evoluido também com a classificação da seleção sub-20 para o mundial da categoria, na Holanda, em 2005. A equipe foi eliminada na primeira fase por saldo de gols, mas o desempenho comprova a chegada de uma nova geração de qualidade.

Saiba mais:

sábado, 5 de janeiro de 2008

Rio será sede de nova competição internacional

Mais uma competição internacional será realizada no Rio de Janeiro neste mês, comprovando a identidade cosmopolita da cidade. Depois do anúncio da Copa Peregrino, agora o FutRio informa em primeira mão a Copa Verão 2008 (Summer Cup 2008), que será disputada entre os dias 14 e 18 de janeiro. Será a primeira edição do campeonato, que reunirá quatro equipes: Floy (terceira divisão da Noruega), Huracán Buceo (segunda divisão do Uruguai), Nova Iguaçu e a seleção da Nicarágua (161ª no ranking da Fifa).

O estádio Giulitte Coutinho, em Edson Passos, será o palco da copa organizada pela Intersports, empresa uruguaia de marketing esportivo. Todas as equipes jogarão entre si em turno único de pontos corridos. A copa pretende iniciar um novo ciclo de intercâmbio esportivo entre os países envolvidos, além de testar as equipes para temporada que está prestes a se iniciar.

A delegação do Huracán Buceo chega ao Rio de Janeiro nesta quinta-feira (03) e tem uma série de amistosos agendados antes da estréia na competição internacional. O tricoplayero enfrentará o Americano em Campos já nesta sexta-feira (04). Domingo (06) a adversária será a Cabofriense, em Cabo Frio, e o ciclo de preparação se encerrará terça-feira (08), contra o Volta Redonda, no Estádio da Cidadania.

O brasileiro Leonardo Sciammarella, 35, dirige a equipe uruguaia e não esconde a confiança em seu elenco: “Primeiro queremos que o time se acerte para o torneio clausura, que começará no final de fevereiro. Depois, jogar bem e, por conseqüência de jogar bem, tentar sair campeão do torneio, ganhando se possível todos os jogos”, revelou.

Conheça melhor os participantes:

Floy

Décimo colocado do campeonato norueguês da terceira divisão, o Floy realiza sua segunda pré-temporada no Rio de Janeiro. O clube tem revelado importantes valores para o futebol norueguês e pretende fazer da competição uma oportunidade para que sua jovem equipe adquira valiosa experiência internacional.

Huracán Buceo

Tradicional clube uruguaio, o Huracán é dono da terceira maior torcida do país vizinho, atrás apenas de Peñarol e Nacional. A equipe se encontra na segunda divisão e vive um novo modelo administrativo.

Nova Iguaçu

A laranja mecânica da Baixada Fluminense é a base do Mesquita Futebol Clube, que se classificou para a primeira divisão desta temporada com o vice-campeonato da Segunda Divisão estadual. A jovem equipe comandada por Edson Souza tem entrosamento e qualidade técnica e deve conquistar bons resultados, apesar de ter perdido vários jogadores da vitoriosa campanha.

Seleção da Nicarágua

A equipe do técnico argentino Carlos de Toro se prepara para o desafio que é a busca de uma vaga para a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. A seleção azul e branco inicia sua caminhada dia 6 de fevereiro, quando receberá as Antilhas Holandesas (183ª do ranking) em Manágua. A preparação é feita no Brasil, no centro de treinamentos do Tigres.

Tabela

14/01- Nicarágua x Floy (10h)
14/01- Nova Iguaçu x Huracán Buceo (17h)
16/01-Nicarágua x Huracan Buceo (15h)
16/01-Floy x Nova Iguaçu (17h)
18/01-Nova Iguaçu x Nicarágua (10h)
18/01-Huracán Buceo x Floy (16h)

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Nicarágua faz preparação para eliminatórias no Rio

Stéfano Salles . 28.12.07


Mais uma equipe estrangeira chegou ao Rio de Janeiro para realizar pré-temporada. É a seleção da Nicarágua, 161ª no ranking da Fifa, que está hospedada no centro de treinamentos do Tigres, em Duque de Caxias se preparando para as eliminatórias da Concacaf para a Copa de 2010, na África do Sul. A busca pela inédita classificação terá início dia 6 de fevereiro quando, em casa, a equipe receberá a seleção das Antilhas Holandesas (181ª), no primeiro playoff classificatório.

O futebol não é o esporte mais popular da Nicarágua. O país segue a tradição da América Central que, culturalmente influenciada pelos EUA, tem verdadeira paixão pelo Beisebol. A equipe tem feitos bastante respeitáveis no esporte, tendo sido cinco vezes vice-campeã mundial, cinco vezes terceira colocada na Copa do Mundo e quarta colocada nas Olimpíadas de Atlanta, em 1996. Recentemente o país levou a medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro.

Devido ao baixíssimo nível técnico do esporte no país, a seleção nicaragüense é conhecida no cenário internacional como “La Cenicienta”, a menina pobre e sofredora mal-tratada pela madrasta, personagem infantil que em português é conhecida como Cinderela. O panorama não mudou nos últimos anos e os resultados alcançados não deixam dúvidas quanto a sua fragilidade. A equipe entrou em campo quatro vezes nesta temporada, buscando classificação para a Copa Ouro, e perdeu três jogos: 1 a 0 para a Guatemala, 2 a 1 para El Salvador e 9 a 1 para Honduras, na última rodada. Venceu apenas o Belize (4x2), 201º e último colocado do ranking da Fifa. Aliás, os belizenhos são um capítulo a parte na história do futebol da seleção. São os melhores rivais, pois perderam os últimos quatro confrontos diretos.

A vitória trouxe importantes sinais do primitivismo do futebol local: nunca antes um atacante pinollero (apelido derivado de uma bebida tradicional a base de milho e chocolate) havia marcado três gols em uma só partida internacional e jamais a Nicarágua havia marcado quatro vezes em uma partida da Copa das Nações. O autor da façanha foi Emilio Palacios, de 24 anos, que jogava no Diriangén e se transferiu para o Independiente Nacional 1906, de El Salvador. Os grandes destaques da Nicarágua atuam no futebol salvadorenho. É o caso dos atacantes Shawn Martin, de 20 anos e Wilber Sanchez, 28, atleta do San Salvador, clube da capital do país vizinho. Já Samuel Wilson defende o hondurenho Atlético Olanchano.

Pretensões

Carlos Del Toro, argentino que dirige a seleção, falou ao jornal Nación, de Manágua, com uma maneira simples e objetiva após ser questionado sobre onde pretendia chegar com a seleção da Fenifut: “Se a Nicarágua sempre foi última, não podemos desejar o primeiro lugar em um espaço de tempo tão breve”.

Amistosos

A seleção alvicerúlea tem alguns amistosos agendados nesta temporada tupiniquim. O primeiro adversário será o time de juniores do Vasco, que se prepara para a Copa São Paulo de Juniores. A partida acontecerá neste sábado. O Friburguense será o adversário do dia 8 e o Volta Redonda, do dia 10 de janeiro.
Colaborou: Ivan Congílio Mazzuia.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

Seleção de Benin realiza pré-temporada no Rio de Janeiro

Stéfano Salles . 25.12.07

A seleção de futebol de um dos mais desconhecidos países africanos estará na capital fluminense em janeiro, em preparação para a disputa da fase final da Copa Africana de Nações de Gana, 2008, ao lado de outras 15 equipes. Já há dois amistosos agendados nesta temporada brasileira: em 5 de janeiro a equipe enfrentará o América, no estádio Giulitte Coutinho, em Edson Passos, e dia 13, o Botafogo, no estádio João Havelange, o Engenhão.

Conheça o futebol beninense

O último lugar de seu grupo na disputa das eliminatórias para a Copa da Alemanha, em 2006, já parece ser página virada na história do futebol beninense, mas o 97° lugar no ranking da Fifa, entre 201 seleções, dá a medida do desafio e mostra o quanto o esporte precisa se desenvolver para almejar a inédita classificação para a Copa do Mundo que, em 2010, será disputada no continente. O esporte ainda é incipiente e a carência de atletas é tão grande que, em outubro a confederação de futebol local lançou um apelo em seu site na internet, pedindo que os jogadores beninenses espalhados pelo mundo, interessados em defender a seleção nacional, enviassem seus currículos para avaliação . Os candidatos passaram por um intenso período de testes entre os dias 25 de novembro e 5 de dezembro, em Paris, antes de serem incorporados ao elenco.

A expectativa do desenvolvimento do esporte no país está intimamente relacionada aos investimentos feitos pela Fifa através do projeto Goal, que visa construir as estruturas fundamentais para a prática do futebol em nações com profundos problemas econômicos. A primeira realização do projeto deu-se em 2002, quando foi autorizada a construção de um centro técnico e de uma escola de futebol no país, tudo concluído no verão de 2004. Coincidência ou não, naquela oportunidade o Benin se classificou pela primeira vez para a fase final da Copa Africana de Nações, e agora repete o feito. Na segunda etapa do projeto, a entidade maior do futebol mundial autorizou a construção de uma sede para a Federação Beniense de Futebol.

Pela primeira vez a seleção principal do Benin parece ter uma boa perspectiva de renovação. Em 2005 a equipe sub-20 disputou o mundial da categoria, na Holanda, tendo terminado eliminada na primeira fase por dois gols de saldo, com uma derrota e dois empates. Naquela ocasião, começava a despertar para o futebol mundial Razak Omotoyossi.

Nascido em Lagos, na Nigéria, Omotoyossi foi para o Benin com sua familia bem jovem e lá, descobriu o futebol. O atleta é um dos símbolos da renovação do futebol local, que até bem pouco tempo, contava apenas com o meia Moussa Latoundji (Energie Cottbus, da Alemanha) na galeria dos jogadores de destaque do futebol internacional.

Hoje, Omotoyossi brilha no futebol sueco, ao lado do veterano craque Henrik Larsson, no Helsingborg. Omotoyossi terminou a temporada de 2007 como artilheiro da liga local, tendo balançado as redes 14 vezes na competição e 6 na Taça da UEFA. O atacante de 22 anos deve compor o ataque titular da seleção no mais importante campeonato entre seleções do continente.
Pouco mais de 65 kilometros separam Gana de Benin. Esta curta faixa de terra representa o Togo. O litoral togolês tem apenas 56 kilometros. A pequena distância que separa os dois países é promessa de bom público beninense na festa do futebol africano. Copa Africana de Nações A seleção de Benin está no grupo B, ao lado de Nigéria, Costa do Marfim e Mali. A equipe estreará dia 21 de janeiro, contra o Mali, em Sekondi, no litoral ganês.